fim de namoro

Não precisa responder

Desculpa se quebro o silêncio. Sei que é bobagem e você nem liga para essas coisas de data. Pensei em te ligar, mas fiquei com medo. Tive receio que você não me atendesse ou mesmo que nem desse atenção para a minha ligação ou mensagem. Acho até que você já deletou o meu número da […]

Castelos de areia

Acho que o que você tanto queria finalmente aconteceu. Eu não estou com muitas expectativas. Entreguei pra Deus. Você e eu. Estou deixando a vida correr seu próprio curso. Não estou ligando muito se você passar um dia inteiro para me responder uma simples pergunta em uma mensagem ou se vai digitar e enviar de […]

Não vou fraquejar

Meus melhores pensamentos estão em você. Praticamente uma ideia fixa desde o levantar da cama ao jantar. Sempre minha mente me transporta até você. Agora a ilusão acabou e não sei bem o que fazer. Entendi que você não estaria aqui para mim. Nem você nem ninguém, porque não pretendo te substituir em meu coração. […]

Só queria mais uma chance

Eu queria ter me despedido de você. Pelo nosso bem, devia ter dito muito mais que um adeus ou até breve. Queria ter falado que amo você, sempre amei. Num abraço apertado, sussurrar o seu nome, devagarinho, no seu ouvido e completar com um sonoro EU TE AMO. Assim em maiúsculo mesmo. Para todo mundo […]

Deixou uma incógnita

Você desapareceu. Deixou uma incógnita. Tanto tempo ao seu lado. E tudo termina desse jeito. De uma coisa tenho certeza. Valeu a pena. Gostava da sua companhia. Confiava que jamais fugiria de mim. E agora nada sei.     Janeiro de 2003.  

Beijos de Carnaval

Aqui no Recife há um bloco chamado “Não acredito que te beijei”. E geralmente é assim mesmo depois do Carnaval. Passada a animação e o calor do momento proporcionado pelos dias de folia, a ficha cai. Aquele garoto que ali no sobe e desce da ladeira parecia tão irresistível de repente perde o encanto. A […]

Tinderela: a procura do amor na era digital

Ela. Cinderela. Tinderela. Rafaela. Poderia ser você ou eu, mas é a Rafaela. Uma enfermeira no Hospital Beneficiência Portuguesa, que seguia como tantas de nós a sua rotina em modo automático, exaurida. Sem tempo para o amor (?!) ou pelo menos sem tempo para buscá-lo por aí. É quando, durante um plantão na Unidade de […]