coração

Você é a minha paz

  Não me deixe viver assim Pois não posso te perder Sem você é mais difícil Tudo parece tão estranho E a falta que me faz   Eu não quero te perder Você é a minha paz   Teu silêncio me maltrata Machuca o coração   O que me importa é você

Bienal do Livro do Agreste

Não é porque você mora no interior que não vai ter acesso a um caloroso debate sobre literatura. A III Bienal do Livro do Agreste acontece em Garanhuns (PE) de 17 a 21 de maio, das 9h às 21h, com uma série de atividades gratuitas para todas as idades. Na programação, lançamentos de livros, oficinas, […]

Só queria mais uma chance

Eu queria ter me despedido de você. Pelo nosso bem, devia ter dito muito mais que um adeus ou até breve. Queria ter falado que amo você, sempre amei. Num abraço apertado, sussurrar o seu nome, devagarinho, no seu ouvido e completar com um sonoro EU TE AMO. Assim em maiúsculo mesmo. Para todo mundo […]

Mulheres de fibra

As mulheres do mundo são cada vez mais representativas para o desenvolvimento da sociedade. Destacam-se em todos os campos de atuação. Empreendedoras, cientistas, investidoras, presidentes e diretoras de grandes empresas, mulheres que constroem marcas fortes, mostram o talento nas artes, nos negócios, na política, na tecnologia, nas finanças, nos meios de comunicação, na vida. Proporcionar […]

Extraordinário

SINOPSE: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão […]

Beijos de Carnaval

Aqui no Recife há um bloco chamado “Não acredito que te beijei”. E geralmente é assim mesmo depois do Carnaval. Passada a animação e o calor do momento proporcionado pelos dias de folia, a ficha cai. Aquele garoto que ali no sobe e desce da ladeira parecia tão irresistível de repente perde o encanto. A […]

Acordei mais distante

Hoje já acordei me sentindo mais distante de você. Sei que esta é a tendência tanto para mim quanto para você. Toda essa melancolia vai passar até que tudo se resuma a algumas breves memórias, linhas de um passado distante.

Serei você?

Não quero falar sobre mim. Mas estou impregnada de mim Tanto que não me sobra espaço. Suas ideias incorporo. E logo se tornam minhas. Seus gestos observo e logo cá estão.   Você já não é você Sou eu. E eu, serei você?

Tinderela: a procura do amor na era digital

Ela. Cinderela. Tinderela. Rafaela. Poderia ser você ou eu, mas é a Rafaela. Uma enfermeira no Hospital Beneficiência Portuguesa, que seguia como tantas de nós a sua rotina em modo automático, exaurida. Sem tempo para o amor (?!) ou pelo menos sem tempo para buscá-lo por aí. É quando, durante um plantão na Unidade de […]

Essa luz tão brilhante

  “Como é que num dia uma pessoa é um componente de decoração na casa (uma mesa bacana, talvez) e no outro passa a ser os canos, a fundação, a viga central sem a qual toda a estrutura desaba? Como é que uma estrela que mal se nota se transforma no sol?” Adoro ler livros […]