• Crônicas

    Deixa ela em paz

    Ela desperta. A Bela Adormecida. Entende que o corpo é seu. Sua voz deve ser ouvida. Sua luta é contra a opressão. Aprendeu no sofrimento que a dor na alma é maior que a física. Não é uma princesa. É uma mulher. Uma menina. Ela não está só. Suas feridas estão curadas. Sua mente ainda atormentada. Tem o apoio da família e das amigas. Vai à terapia. Ela só quer paz.    

  • Crônicas

    Fragmentos do meu dia e o pensamento em você

    Procurei um chiclete na casa inteira. Na bolsa. No armário. No carro. Você sabe como eu sou. Ansiosa. Inquieta. Mil pensamentos ao mesmo tempo. Dez janelas abertas na aba do navegador. Play no Youtube. Volume máximo no fone de ouvido. Cinco mensagens pipocando ao mesmo tempo no WhatsApp. 15 e-mails não lidos. E ainda não deu nem dez da manhã. Hoje promete ser mais um dia daqueles. Agitado. Corrido. Pressão no máximo. Carro quebrado. Oficina. Mercado. Ginástica. Terapia. Ó, céus, quanta coisa! Você me liga. Quer saber como estou. Agradecer pela noite incrível que tivemos. Tic-tac. Meio dia. Subo no ônibus. Sento na janela. Compro uma pipoca do vendedor ambulante.…

  • Crônicas

    Mulheres de fibra

    As mulheres do mundo são cada vez mais representativas para o desenvolvimento da sociedade. Destacam-se em todos os campos de atuação. Empreendedoras, cientistas, investidoras, presidentes e diretoras de grandes empresas, mulheres que constroem marcas fortes, mostram o talento nas artes, nos negócios, na política, na tecnologia, nas finanças, nos meios de comunicação, na vida. Proporcionar a elas essa abertura não é nenhum favor, é um direito e uma consagração de um mundo onde não deveria haver mais espaço para o machismo. Não se pode retroceder. Não se deve aceitar comentários ou ações que denigram a mulher ou a sua capacidade simplesmente por ser mulher. A participação delas em todas as…

  • Crônicas

    No teatro

    (No teatro) Casa cheia, espetáculo prestes a começar. – Com licença. E a moça continua a falar sem prestar muita atenção.  Apenas querendo se sentar com brevidade. – É a fila E? Sabe se aquela é a cadeira 9? Um senhor muito bem acomodado em sua poltrona responde apenas… – Sim, pode passar. A moça se vira em direção a ele para agradecer e passar pelo apertado corredor do teatro. – Ah, ok, muito obrigada. Olha em direção ao senhor e percebe que se trata de um prestigiado cantor e ex-ministro. Fica sem graça por tê-lo perturbado e segue em direção à cadeira 9, da fila E.   Outubro de…

  • Crônicas

    A dualidade do amor

      Fiz um desafio literário em comemoração ao Dia dos Namorados. Pedi que os leitores me escrevessem frases sobre o amor. Assim sem nenhuma limitação. Deixando-os livre para me mandar as suas impressões. Teria uma oportunidade de conhecer quem, assim como eu, costuma parar uns minutinhos que seja para pensar sobre o amor. É verdade que recebi poucas frases. Sabe como é… acho que as pessoas ainda preferem os sorteios aos desafios. Na pressa de viver, muitas vezes, arriscamos mais a sorte que nos dedicamos a parar para refletir. Normal. O que me surpreendeu foi que todas as frases abordavam a dualidade do amor. Apontavam como um sentimento que pode…

  • Crônicas

    Tive um sonho feliz

    Tive um sonho feliz hoje. Sonhei com uma linda menininha de uns sete aninhos. Era sorridente e também parecia muito amorosa e inteligente. Conversávamos sobre algo que nos fazia rir. Aquela risada gostosa de criança dentro de casa. Alma de criança. Pura e inocente. Ainda no sonho tudo parecia bem. O retrato de uma verdadeira família feliz… bem naquele estilo comercial de margarina. Havia ainda uma criança no ventre. Uma nova esperança. Um menino iluminado que traria outras novas sensações e bons sentimentos. Um pai ansioso e cheio de amor. Despertei, mas não do sonho. Ainda pela manhã a amiga comenta da consulta médica realizada na véspera. “O médico fez…

  • Crônicas

    Mulher do mundo

    Uma índia corajosa. Com arco e flecha na mão para derrubar o inimigo, se necessário for. Uma negra respeitada, feliz e realizada. Uma europeia intérprete do mundo. Uma asiática sábia e equilibrada. Uma brasileira de fé, esperança e amor. A menininha continua viva. Oculta, porém, não esquecida. São duas em uma. Uma em várias. Com o mesmo sorriso nos lábios. O mesmo desejo de abraçar o mundo. Com sonhos e pés no chão. Livre. Sem amarras. Mulher do mundo.

  • Crônicas

    A lição do pitbull

    Ontem fui caminhar na praia e notei uma concentração de pessoas se posicionando em frente aos carros. Havia uma grande faixa cujas letras não conseguia ler da distância que estava. Fui me aproximando e então percebi que era um grupo acompanhado de cães da raça pit bull. Conhecida pela agressividade, a raça é temida por muitos que não se arriscam, por exemplo, a passar pela mesma calçada. Curiosa como sou e apaixonada por animais, interrompi a minha caminhada para contemplar os filhotes e outros cachorros já maiores. Na faixa, havia um pedido sincero. O apelo era para que a sociedade não julgasse pela raça. Nesse caso, seria a criação que…