• Resenhas

    Perdida – Carina Rissi

    SINOPSE – Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba…

  • Crônicas

    Mulheres de fibra

    As mulheres do mundo são cada vez mais representativas para o desenvolvimento da sociedade. Destacam-se em todos os campos de atuação. Empreendedoras, cientistas, investidoras, presidentes e diretoras de grandes empresas, mulheres que constroem marcas fortes, mostram o talento nas artes, nos negócios, na política, na tecnologia, nas finanças, nos meios de comunicação, na vida. Proporcionar a elas essa abertura não é nenhum favor, é um direito e uma consagração de um mundo onde não deveria haver mais espaço para o machismo. Não se pode retroceder. Não se deve aceitar comentários ou ações que denigram a mulher ou a sua capacidade simplesmente por ser mulher. A participação delas em todas as…

  • Resenhas

    Extraordinário

    SINOPSE: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. No Carnaval, é comum a gente vestir a fantasia, pintar o rosto, usar máscara. Adultos…

  • Relacionamento

    Beijos de Carnaval

    Aqui no Recife há um bloco chamado “Não acredito que te beijei”. E geralmente é assim mesmo depois do Carnaval. Passada a animação e o calor do momento proporcionado pelos dias de folia, a ficha cai. Aquele garoto que ali no sobe e desce da ladeira parecia tão irresistível de repente perde o encanto. A fantasia de herói simplesmente perde o sentido. Os palhaços, Pierrots e Colombinas saem de cena. Os confetes são varridos do salão. A vida vai acontecendo e nos convocando à realidade.