2017

Paixão virtual

Como pode alguém sentir saudades de quem nunca viu? Paira ainda a dúvida sobre o cheiro, o sabor do beijo e a maciez da pele. Existirá química? Cada vez mais nos aproximamos e conhecemos pessoas no meio virtual. Antes mesmo da primeira troca de olhares na rua, no barzinho, na praça, na balada ou no […]

Rimas pobres para falar de ti

Já tive um amor inventado. Daqueles que nem posso me lembrar. Não sei se choro ou se sorrio. E agora aqui estou com esses versos e rimas tão pobres para falar de ti. Já tive um amor indecifrável. Impossível. Só eu sei o que passei nessa vida. Mas nada é igual ao calor dessa emoção […]

Nem sempre

  Nem sempre estou feliz Mas se tu apareces, logo sorrio   Nem sempre tenho um dia bom ou acordo com o pé direito Mas se me apoias, não importa   Nem sempre trago otimismo Mas sua presença me dá novo ânimo e esperança   Nem sempre quero sair Mas se é com você, estou […]

Notas sobre ela

O novo livro do Zack Magiezi – Notas sobre ela – lançado pela Bertrand Brasil é daqueles que a gente lê num fôlego só. Em pouco menos de uma hora o leitor poderá facilmente percorrer as páginas da vida de uma garota que poderia ser você ou eu, passando pelas diversas fases da vida, desde […]

Te quero bem

  Pensei muito se deveria fazer contato contigo especialmente depois de nossa conversa definitiva. Não foi e nem tem sido fácil vencer esse silêncio. Especialmente depois que você me deletou da sua agenda mesmo dizendo que não o faria. Mas quer saber? Talvez tenha sido melhor assim. Você cumpriu sua palavra. Não me procurou. Não […]

Não precisa responder

Desculpa se quebro o silêncio. Sei que é bobagem e você nem liga para essas coisas de data. Pensei em te ligar, mas fiquei com medo. Tive receio que você não me atendesse ou mesmo que nem desse atenção para a minha ligação ou mensagem. Acho até que você já deletou o meu número da […]

Nada

Creio que não quero falar sobre nada. Nada sentir. Nada ouvir. O vazio se apropria de mim. Me adota como se fosse meu dono. Se isso é ruim? Não agora, não para mim. Não quero que se vá.

Você é a minha paz

  Não me deixe viver assim Pois não posso te perder Sem você é mais difícil Tudo parece tão estranho E a falta que me faz   Eu não quero te perder Você é a minha paz   Teu silêncio me maltrata Machuca o coração   O que me importa é você

Eu sou

Eu sou o ar que tu respiras a flor que tu observas o chão que pisas o amor que existe em você o amor que existe dentro de você já procurei em todos os cantos deste mundo ainda não encontrei uma pessoa como você. *Escrevi esse poeminha aos 13 anos 😉