Meu encontro com a Paula Pimenta

14478561_333369887024693_5506174753808842752_n

A Paula Pimenta teve uma adolescência feliz. Talvez isso explique o porquê de a autora mineira ver tanta poesia na vida. Ela gosta de dizer que é uma escritora cor-de-rosa, de finais felizes. Ao mesmo tempo, seus livros são românticos sem esquecer a importância do girl power. E tem mocinha resgatando príncipe, indo à luta e provando que, nós, meninas e mulheres, podemos conquistar o que quisermos nessa vida. Afinal, conto de fadas tem que ser moderno e atual.

Quando soube que iria participar como debatedora, ao lado de @menos1naestante, em um bate-papo no primeiro dia da Feira Nordestina do Livro (Fenelivro) tratei de recorrer às suas fãs para me ajudar na elaboração de perguntas para o nosso encontro no Recife. O que pude perceber é a enorme paixão das “pimentinhas”. São, de fato, leitoras mirins muito apaixonadas.

Não poderia ser diferente. A Paula é delicada, gentil e simpática nas redes sociais e fora dela. Durante conversa informal, ela comentou que muitos adultos não a reconhecem na rua, mas basta ter alguma menina na faixa dos nove aos 13 anos (com algumas variações) para correr até ela. Aliás, recebi alguns pedidos de beijos e abraços apertados. Durante o bate-papo também foi uma delícia ver leitoras tão pequenas e – fofas – levantar a mão e fazer perguntas.

14597272_990862284372590_356488573400121344_n1

O que eu descobri sobre a Paula Pimenta?

– Ela já foi uma jovem tímida.

– Tem muito orgulho de incentivar a leitura de tantos leitores em formação.

– Em Fazendo meu filme em quadrinhos ela fez um retrato falado dos personagens dizendo exatamente como os imaginava.

– Pela manhã, revisa os textos do dia anterior e após o almoço inicia um novo capítulo. Quando o prazo está mais apertado costuma escrever até três capítulos por dia.

– A mesma emoção que nós sentimos ao ler seus livros ela costuma sentir ao escrever.

– É fã de Meg Cabot e seu livro preferido é O Diário da Princesa.

– É fã de Agatha Christie.

– Não pretende parar de escrever nunca. Só quando estiver bem velhinha. Enquanto tiver ideias e o público gostar de suas obras vai continuar!

– Sua mãe lia muito pra ela na infância.

– Muitos livros estão previstos para 2017.

– A Fani é um pouquinho parecida com ela. Adora ficar em casa, ver filmes, era muito tímida.

– É apaixonada por música e animais.

-Está trabalhando no quarto volume de Minha vida fora de série.

– Tem algumas obras em mente para a continuação da série das princesas.

– Deve lançar um terceiro livro de crônicas. Ainda está reunindo material.

– Vendeu os direitos autorais de todos os livros para cinema e televisão e está ansiosa para que isso aconteça, mas disse ainda não preparada para ver os personagens em “carne e osso”.

“Quando você descobre que ler é gostoso você quer ler tudo, o máximo que puder de qualquer tipo de livro. Fico feliz quando as pessoas reconhecem isso. Qualquer tipo de literatura tem o seu valor e é uma porta de entrada para um universo inteiro de livros.”

 

euautografo

Gostaria de deixar aqui alguns agradecimentos especiais: Janaína Lima pelo convite, Márcia Lira do Blog Menos 1 na Estante por dividir esse momento, Tárcio Fonseca pelas fotos, The Clique Blog, Blog SOS Leitura, Mari Santos e @Yas pelas perguntas e sugestões.

5 Comments


  1. // Reply

    Amei A Paula é uma das minhas escritoras favoritas e olha eu aí nos agradecimentos hahaha


    1. // Reply

      <3 obrigada pelo apoio


    1. // Reply

      oba!!! o seu também ficou maravilhoso 🙂 beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *