• Resenhas

    Essa luz tão brilhante

      “Como é que num dia uma pessoa é um componente de decoração na casa (uma mesa bacana, talvez) e no outro passa a ser os canos, a fundação, a viga central sem a qual toda a estrutura desaba? Como é que uma estrela que mal se nota se transforma no sol?” Adoro ler livros tristes. Mesmo! Gosto de me comover com as histórias. Derramar lágrimas. Sentir a dor do personagem. Cair. Sou doida?! Talvez. Mas gosto de vivenciar as faces do amor em seus altos e baixos. Em “Essa luz tão brilhante”, a vida pode nos surpreender. A generosidade humana também. A amizade sem interesses. E o amor juvenil…

  • Relacionamento

    Ainda somos amigos

    Não quero te forçar a seguir por um caminho que nitidamente você nunca quis. Não deve ser o medo de me perder a razão de você só agora querer fazer algo diferente. O meu sentimento por você não vai mudar. Vou continuar gostando muito de você. Respeitando e admirando. Independente das nossas escolhas pessoais, individuais. Se quer saber, sim, ainda poderá contar comigo. Não vou desaparecer nem deixar de responder suas mensagens. Se é isso que mais o preocupa. Ainda somos amigos.

  • Resenhas

    Resenha – Confissões de uma trintona descolada

    Participo de um grupo no Facebook (Resenhando nacionais – Traduzindo em palavras) e a ideia é ler e, obviamente, como o nome sugere produzir resenhas de autores brasileiros. A primeira obra que fui conferir foi “Confissões de uma trintona descolada”, da Fiona Mayer. Aliás, é o primeiro ebook que leio e a minha primeira aquisição na Amazon. Eu sei… demorei! Gosto de ter o livro em mãos, mas confesso que a experiência de ler no tablet também foi ótima e terminei a história rapidinho, em duas tardes. A Fiona Mayer descreve a história de uma mulher moderna. Bota moderna nisso (rsrsrs). Ela tem um marido, um namorado e um amante.…

  • Relacionamento

    Tic tac

      1h Tic tac. As horas se arrastam até eu te ver pela próxima vez. 2h Tic tac. Como eu queria te abraçar mais uma vez. 3h Tic tac. Guardo o teu sorriso na minha memória. 4h Tic tac. O teu cheiro consigo sentir ainda que não estejas aqui. 5h Tic tac. O que você me falou não sai da minha cabeça. 6h Tic tac. Lembra aquela música? Quero dançá-la com você. 7h Tic tac. Ainda aguardo aquele jantar especial. 8h Tic tac. Nosso álbum ainda precisa ser feito. 9h Tic tac. Quero te ouvir falar sobre os novos projetos. 10h Tic tac. Deixa eu ser tua melhor companhia. 11h…

  • Eventos

    Oficina cartonera

      Há algum tempo queria descobrir como se faz um livro de forma artesanal, a chamada edição cartonera. Eis que durante a Semana do Livro de Pernambuco tive a oportunidade de participar de uma oficina com o escritor Wellington de Melo, da Mariposa. Os livros são feitos com capas de papelão reutilizado. Tudo produzido de forma única, artesanal e especial. Misturamos cores, pincéis e estilos e cada aprendiz saiu da oficina com uma antologia “Inquebrável” com capa diferente. Para confeccionar a minha, usei o azul, o vermelho e preto. Também fiz uma colagem na contracapa. O movimento cartonero nasce na Argentina em 2003 e tem a Eloisa Cartonera como o…

  • Eventos

    Troca-troca de livros

    Ter uma biblioteca cheia de livros é lindo e tudo mais. Só que eu também adoro deixar fluir a energia até mesmo para poder adquirir novos filhotes. Para todos os desapegados (ou nem tanto) como eu indico o Troca-Troca Menos1naEstante do blog de mesmo nome da jornalista Márcia Lira com quem este ano tive a honra de dividir um momento incrível ao apresentar a Paula Pimenta num bate-papo com os leitores na Fenelivro, no Centro de Convenções de Pernambuco. Bom, mas voltando ao troca-troca… vai acontecer sábado, dia 26 de novembro de 2016, no Eça é a Nossa Praça na Praça Eça de Queiroz, Madalena (Rua Visconde de Albuquerque, depois…

  • Eventos

    Estilo de vida

    Vim aqui falar pra vocês sobre atenção. Essa palavrinha virou quase mágica. Raro encontrar pessoas e profissionais zelosos que dediquem seu tempo às pessoas, com desprendimento e atenção. Pois bem, eu me inscrevi em um webinário do Felipe Romariz e por problemas técnicos não consegui participar do treinamento online, mas o Felipe entrou em contato comigo e fez um chat exclusivo que durou uma hora e meia – mais ou menos. Felipe, só por isso você já tem o meu reconhecimento. O Felipe me falou dos cinco segredos do estilo de vida, tipo um teaser do seu próximo curso online o Alta Performance Lifestyle. Ah, o Felipe é coach de alta…

  • Resenhas

    Pipo: o troca-chupetas

    Fico sempre muito feliz em noticiar quando alguém que tenho o prazer de conhecer lança um livro e dessa vez convido os leitores a conhecer “Pipo: o troca-chupetas”, da talentosa jornalista Tatiana Sotero. A obra pretende ajudar os pais a tirar da chupeta dos filhos sem provocar traumas. O mais legal é que foi inspirada na sua relação com a filha Maria Fernanda, que empresta o apelido à personagem principal Nanda. A obra tem a parceria do cartunista Jarbas Domingos. O livro é um convite à missão de tirar a chupeta dos pequenos de forma lúdica e com a participação das crianças. Na publicação, Nanda aposenta a “pepê” aos três…

  • ENTREVISTAS

    Babi Dewet

    Babi Dewet iniciou a carreira escrevendo fanfics e lançou o primeiro livro de forma independente. Ela costuma contar que investiu muito nas feiras e chegou a levar uma mala cheia de livros para vender antes de ter o seu espaço em uma grande editora. É uma escritora jovem, mas já publicou uma trilogia, a “Sábado à noite” e foi convidada a participar de uma coletânea ao lado da Paula Pimenta, Thalita Rebouças e Bruna Vieira no Um ano inesquecível. Escreveu “Um conto de amor e música”, que se passa durante o outono. É apaixonada por música. Queria ser uma rockstar, mas apostou nos livros. Tem um canal no Youtube sobre…

  • Eventos

    Meu encontro com a Paula Pimenta

    A Paula Pimenta teve uma adolescência feliz. Talvez isso explique o porquê de a autora mineira ver tanta poesia na vida. Ela gosta de dizer que é uma escritora cor-de-rosa, de finais felizes. Ao mesmo tempo, seus livros são românticos sem esquecer a importância do girl power. E tem mocinha resgatando príncipe, indo à luta e provando que, nós, meninas e mulheres, podemos conquistar o que quisermos nessa vida. Afinal, conto de fadas tem que ser moderno e atual. Quando soube que iria participar como debatedora, ao lado de @menos1naestante, em um bate-papo no primeiro dia da Feira Nordestina do Livro (Fenelivro) tratei de recorrer às suas fãs para me…